Paróquia Nossa
Senhora Aparecida

R. Parque D. Luis, 273 – São Paulo, SP | Tel: (11) 2979-9270 | E-mail: secretaria@nsaparecidajsp.com.br

Artigos e reflexões › 10/09/2014

Testemunha de Jesus Cristo…!

foto  No dia 02 de setembro, completei dois anos na missão em São Paulo como discípulo missionário, auxiliando Dom Odilo no pastoreio do Povo de Deus, preferencialmente na Região Episcopal Santana.

Por ocasião de minha vinda para São Paulo, Dom Odilo me presenteou com o 11º Plano de Pastoral da Arquidiocese de São Paulo. Iniciei logo a leitura e, já nas primeiras páginas, encontrei uma pergunta que dá o norte de toda a nossa ação pastoral: “Qual é o primeiro objetivo da presença da Igreja em São Paulo? Tantas poderiam ser as respostas, mas uma delas é a principal: A Igreja está aqui para ser testemunha de Jesus Cristo e do Evangelho do Reino de Deus na grande cidade de São Paulo” (11º Plano de Pastoral, p. 5).

Fiquei encantado com o texto, porque veio à mente o encontro de Jesus com os discípulos, por ocasião da sua gloriosa ascensão, quando Ele disse: “Recebereis uma força, a do Espírito Santo que descerá sobre vós, e sereis minhas testemunhas… até os confins da terra” (At 1,8). Os Apóstolos fizeram desse mandato de Jesus o centro de todo o seu ministério e sua vida, razão pela qual São Paulo chega a dizer: “Anunciar o Evangelho não é título de glória para mim; pelo contrário, é uma necessidade que me foi imposta. Ai de mim se eu não evangelizar”.

O entusiasmo com o Plano de Pastoral não foi só de momento, mas permanece até agora porque tenho me esforçado juntamente com vocês, discípulos missionários, em ser testemunha de Jesus Cristo à luz das orientações e propostas pastorais contidas no Plano. O Senhor me chamou para cooperar na missão da Igreja em São Paulo para que a missão avance, segundo o caminho desta Igreja, sua história, sua tradição e os projetos de evangelização construídos à luz da fé, do diálogo e da participação ativa dos Pastores com os leigos e leigas.

Não pensei em nenhum momento em testemunhar Jesus à luz de outras propostas pastorais ou a partir de um projeto pessoal, porque ser testemunha de Jesus não é tarefa opcional, mas parte integrante da minha identidade cristã; é a extensão testemunhal da vocação recebida (Cf. DA 144).

Além disso, ao testemunhar Jesus Cristo à luz do Plano de Pastoral evita-se a dispersão de uma preciosa força missionária e faz com que o nosso testemunho seja mais credível, ganhe mais vigor e eficácia, seja mais pé no chão, capaz de iluminar a realidade paroquial, social e cultural em que vivemos.

Você, que também é chamado a ser testemunha de Jesus na Comunidade Paroquial, junte-se a nós e pense a pastoral, as atividades, a catequese, a liturgia, a formação à luz do nosso Plano de Pastoral. Vamos, juntos, construir uma ação pastoral forte para que a missão cresça e Jesus seja sempre mais amado e adorado.

Dom Sergio de Deus Borges
Bispo Auxiliar de São Paulo
Vigário Episcopal para a Região Santana

Tags:
Imprimir

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *